sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

False memories in the wind.


Mas um dia se vai. Ela pensa.
Para Amélia " A garota rejeitada" como ela se auto intitulava, era uma sexta-feira praticamente normal, como qualquer outra em suas memórias tristes. Ela sente seu amor cada vez mais longe depois da partida inútil atrás de respostas. Adam era jovem, sonhador e estava em busca de uma mudança na sua vida-monótona e transforma-la para uma vida-mochileiro.
Amélia chorava todas as noites em cima do telhado do seu pequeno bangalô por Adam ter escolhido o seu caminho. Antes Amélia ia no seu esconderijo (o telhado) para olhar estrelas e ler livros de poesias e também poesias melancólicas que Adam fazia para ela que ainda estão em cima da sua cama. Confusão em sua mente, ela simplesmente se interrogava sob qual caminho ela também devia tomar depois de tudo afinal. Ela era boa em muitas coisas. Ela adorava joaninhas e a música jazz. Normalmente tudo ao seu mundo era espelhado no AMOR, em tudo ela via esse sentimento. Depois da partida inesperada do seu amor, ela não sente prazer em olhar as folhas do outono, as estrelas que ela dera o nome quando Adam foi visita-la, as cartas que escrevia. Ela simplesmente se auto interrompeu.

AMÉLIA é humana afinal, com dores, sentimentos e sensações .. mas nada se comparou quando no dia seguinte - SÁBADO - ela foi encontrada morta caída no jardim da sua casa. No q ela acreditava afinal?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...