domingo, 25 de setembro de 2011

Tristonhamente


As vezes bate uma tristeza, daquelas que te deixam deitado, enrolado em uma coberta, totalmente sem ação. Imobilizado perante pequenas circunstâncias que nos levam ao silêncio.
Um silêncio sem diálogos, um dia cinza bem tristonho.

Eu estou bem, não se preocupe. É o que diz a minha plaquinha pendurada em meu pescoço.
Mas no final do fim acabará tudo bem. É como dizem por aí, sonhar devagarzinho.
Em um dia feliz, outros nem tanto.
Dias quietinhos lindos, e outros agitados tão melados.

Por isso, quando baterem em suas portas numa tarde preguiçosa.
Atenda, porque pode ser uma pessoa mui gentil, querendo lhe contagiar.
O contágio do sorriso.
Dias tristonhos, assim tão normal. Sorrisos tão bonitos, em dias maus.

Obrigada meu Senhorio pelo tricô de um sorriso, tricotando bem devagarzinho.
É como dizem por aí (..)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...